Porque treinar com KETLLEBELL?

O que faz o treinamento com kettlebell tão especial?

De forma bem simples: o seu formato!

Seu centro de massa é estendido além da pegada, o que o faz diferente das barras, dumbells e principalmente das máquinas da musculação.

Esse novo centro se alterará ainda mais ao movimentar o ketllebell nas mais diversas posições, criando ainda mais desafios ao praticante.

Quais são as vantagens de treinar com ketlltebell?

- Alto gasto calórico

- Aumenta a capacidade de resistência de força

- Melhora a estabilidade articular

- Baixo risco de lesões

- Aumento na velocidade e no tempo de reação

- Melhora na coordenação, postura e diminuição no risco de lesões causadas por desequilíbrios musculares

- Melhora na flexibilidade e amplitude articular

- Trabalha tanto a capacidades aeróbica quanto a anaeróbica

- Aumenta o metabolismo, queimando mais calorias no pós treino

- Melhora a coordenação e a força funcional.

- Aumenta a estabilização do tronco (essencial, pois faz com que a coluna vertebral funcione como uma base sólida para que os movimentos sejam gerados pelos membros inferiores e

superiores. Se a coordenação entre os músculos e a coluna não ocorrer adequadamente, aumenta-se em muito as chances de lesões)

O treinamento com kettlebell é sempre igual?

Não! Existem duas modalidades, ou vertentes técnicas, para a execução de exercícios com kettlebell:

O Hard Style e o Girevoy Sport .

A técnica Girevoy, tem por finalidade o esporte do kettlebell. O objetivo da técnica é permitir ao atleta executar um movimento pelo maior intervalo de tempo possível, então é claro que esta técnica visa “poupar” o praticante, pelo menos, no tocante à energia despendida. Disto decorre que a técnica empregada no Girevoy é mais “relaxada”, por assim dizer, e o atleta executa artifícios técnicos visando aumentar o tempo de vôo e a trajetória do kettlebell de maneira a dissipar mais a energia cinética no processo.

Contrariamente, o Hard Style se baseia no conceito de bracing, ou, como traduzido para o português, de “super-rigidez”. Bracing refere-se à ação dos músculos do core para realizar a estabilização do tronco durante a execução dos exercícios. No hard Style não se utiliza de recursos físicos para dissipar a energia cinética da bola, ao contrário, a técnica objetiva a máxima dissipação de energia nos músculos e na fáscia tóraco-lombar, sendo esta característica a responsável pelas adaptações anatômicas e fisiológicas únicas do kettlebell.

As diferenças não param aí. O Hard Style é praticado descalço, sem cinto, sem munhequeiras, ao passo que no Girevoy utiliza-se de calçados especiais, cinto de segurança e munhequeira, acessórios que são de fato necessários, dado o longo tempo de execução. Isto sem falar que o implemento em si é diferente. Enquanto no hard style utiliza-se de kettlebells de ferro fundido (IRON CAST), no Girevoy o kettlebell (PRÓ GRADE ) é oco e possui a mesma geometria, independente do peso, o que varia é a espessura da parede da bola 👇👇👇

O Hard Style visa desenvolver potência, força ou resistência anaeróbia lática além de outras valências tais como coordenação, timming e força de pegada.

Resumindo, o Hard Style é voltado ao condicionamento físico, ao desenvolvimento atlético e também pode ser utilizado em um contexto de reabilitação neuromuscular como ferramenta terapêutica nas disfunções da escápula e do quadril (lombalgias).

Atletas das artes marciais, do golfe, tênis, basquete, vôlei, enfim, qualquer modalidade esportiva que requeira a ação dos músculos do core para transferir potência dos membros inferiores para os superiores com alta demanda se beneficiam da modalidade Hard Style.

Quais são os principais movimentos realizados com o kettlebell?

- swing

- goblet squat

- snatch

- military press

- clean

- turkish get up (TGU)

Nas competições são utilizados 3 movimentos:

1 - Long Cycle (clean e jerk) (vídeo)

2 - Jerk

3 - Snatch

Aqui na BigBox os treinos exclusivos com kettlebell fazem parte do programa WELNESS, dá uma olhada no nosso site 😉

voltar para o blog

#kettlebell #treinamentofuncional #lombalgia #core

Posts Em Destaque
Posts em breve
Fique ligado...
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags